KONICA MINOLTA

Business Solutions

Altos executivos da Konica Minolta Japão visitam subsidiária brasileira


Foto dos Membros e Executivos da Konical Minolta

No início de novembro, três altos executivos do Japão visitaram a sede da Konica Minolta Business Solutions do Brasil, em São Paulo. O objetivo da visita foi conhecer de perto mais detalhes sobre as operações no Brasil e, também, visitar alguns clientes da capital e interior do estado.

Visitaram o Brasil os senhores Ken Osuga, Senior Executive Officer, Business Management Headquarters, Business Technologies, e Tadahiko Sumitani, Deputy General Manager, Marketing Headquarters, General Manager, Sales Operations, ambos da Konica Minolta Japão; e Ken Demura, General Manager, General Merchandise & Footwear Dept., da Marubeni.

Eles foram acompanhados pelo presidente da Konica Minolta Business Solutions do Brasil, Sr. Takahito Mitsuhashi, pelo gerente geral de vendas, marketing, técnico e corporate planning Ronaldo Arakaki; pelo gerente de vendas diretas, Rogério Gonsalves; pelo gerente geral de negócios para o segmento de fotografia, supply chain, recursos humanos e assuntos gerais, Sérgio Takayama; e pelo gerente nacional de vendas indiretas, Eduardo Nieto.

Dirigindo-se ao time de colaboradores da empresa, o Senhor Osuga destacou o bom desempenho da Konica Minolta Business Solutions do Brasil. Também reforçou que, a despeito da crise financeira, sempre há a oportunidade para crescimento dos negócios. “Sabemos que há uma crise, mas também costumamos dizer que há oportunidades que surgem justamente durante uma crise”, disse o Sr. Osuga, em sua mensagem final.

Em 2015, a Konica Minolta Business Solutions do Brasil foi premiada, em Tokyo, como a subsidiária de melhor desempenho no mundo.

O presidente da Konica Minolta Business Solutions do Brasil, Sr. Takahito Mitsuhashi, destacou o empenho do time brasileiro no crescimento da Konica Minolta no mercado local, mas frisou que há espaço para o crescimento da marca. “Se analisarmos a Konica Minolta Business Solutions do Brasil em comparação a outras filiais do mundo, notamos que ainda temos possibilidades de crescimento e expansão no mercado brasileiro, que oferece grandes oportunidades”, falou.

Voltar ao topo